Concurso de Quadrilhas trazem clima de interior para a capital, no Arraiá do Galinho

Música
3 de junho de 2017
por Helder Azevedo
(Foto: Saulo Brandão)

(Foto: Saulo Brandão)

Se o tema é arraia, impossível não ter apresentação quadrilha. Prezado por levar a atmosfera contagiante, que só o período junino tem, o Arraiá do Galinho faz jus ao tema e leva para o Parque de Exposições, o tradicional concurso de quadrilhas que abriu a 28ª edição do evento, no início da noite desta sexta-feira (2/6).

A Cia Junina de Itaparica, de Vera Cruz, foi a primeira a se apresentar e a encantar o público com a tradição e beleza das quadrilhas juninas. Em seguida, foi a vez da Castelo de Ouro, do bairro de Castelo Branco, logo após, a Esmeralda, de Salinas das Margaridas, encerrando o primeiro bloco de apresentações. As apresentações continuaram no intervalo dos shows no palco principal e os grupos continuaram disputando a preferência dos jurados.  A noite de apresentações continuou com a Quadrilha Esfarrapados, de Valença, Imperatriz do Forró, do bairro de Itacaranha em Salvador, o Forró do ABC, do Curuzú – Liberdade, e encerrando a noite de apresentações a quadrilha Forró do Sítio, de Riachão de Jacuípe.

As participantes estão em busca do troféu Celisa Felicidade, em homenagem a grande produtora da TV Aratu, que faleceu em dezembro do ano passado. Neste ano, serão 17 candidatas ao prêmio mais cobiçado da Bahia. Além do troféu principal, os grupos concorrem em outras categorias em premiações individuais, que avaliam o conjunto, coreografia, figurino, marcador, casamento, casal de noivos, dançarino e dançarina. O resultado final será divulgado no domingo (04). Ao todo serão 15 mil reais em prêmios.