Comunidade LGBT lamenta número reduzido de Balizas nos festejos do 2 de julho

Notícias
4 de julho de 2016
por Genilson Coutinho

As celebrações da Independência da Bahia, que a cada ano se transforma em um movimento de luta e militância, e que atrai uma multidão para as ruas do centro da cidade, é também uma das datas mais esperadas pela comunidade LGBT, que tem encontro marcado no Beco do Rosário, conhecido pelos Soteropolitanos como lugar comum e ponto alto dos encontros, churarias  e muita diversão com os desfiles das fanfarras das escolas, que trazem à frente as Balizas que usam e abusam da elasticidade e do carão fazendo a festa da turma. Mas este ano a animação e a participação das balizas foram reduzidas e notadas por muitos que chegaram cedo para garantir um bom lugar para assistir ao espetáculo a céu aberto, como define Lucas Lins, de 20, que se declara apaixonado pela festa e principalmente pelo fervo no local, que o evento proporciona.

Coordenação voluntaria de Hilma (Foto: Genilson Coutinho)

“Adoro essa festa e aqui encontro os amigos e me jogo na churria, mas acho que cada vez tem ficado menor o numero de balizas no desfile. Sao elas o motivo da nossa vida, pontua ele. Quem também sente essa redução é Marcos Dias, de Feira de Santana, que chegou um dia antes para nao perder nada. Venho todo ano, isso aqui é maravilhoso, pois encontro os amigos, sem contar com a tranquilidade e presença dos LGBTs,” conta ele.

Foto: Genilson Coutinho

Para o diretor teatral Kleber Sobrinho, essa aqui sim é uma parada Gay. “Impossível não comparecer, venho porque é maravilhoso, venho sempre”, revelou Sobrinho.

Tirando esse lado triste, da festa, Hilma, figura conhecida do público, fez a festa com sua coordenação voluntária na organização do público, alem de dar algumas dicas para as participantes arrasarem no close ao passar no corredor humano, e ao grito de belíssima, fecha bonita, e tantos outros bordões da comunidade LGBT.

Vamos esperar que 2017 as balizas voltem em grande número para a alegria do publico do lugar comum e que este ano ganhou uma bandeira gay aprovada e aplaudidíssima .

Veja a galeria completa .