Comida di Buteco reúne 30 bares em sua 9ª edição em Salvador

Gastronomia, No Circuito
8 de abril de 2016
por Genilson Coutinho

Concurso acontece de 15 de abril a 15 de maio

A temporada de comes e bebes nos botecos de Salvador já está chegando. O mês da botecagem já iniciou e vai dar a largada oficial no próximo dia 15 de abril, quando começa o Comida di Buteco. O maior concurso de cozinha de raiz do Brasil que segue até o dia 15 de maio, chega à sua 9ª edição na capital baiana e conta com a participação de 30 bares espalhados da Cidade Baixa à Itapuã. A disputa acontece neste mesmo período em outras 19 cidades brasileiras, reunindo um total de 500 botecos. O título de Melhor Boteco de cada cidade é dado ao estabelecimento que obtiver as melhores notas em itens como o tira-gosto (sabor, apresentação e criatividade), higiene do local, atendimento e temperatura da bebida. A votação é feita por todo o público e uma comissão de jurados composta por especialistas e formadores de opinião.

Para celebrar a sua 17ª edição, a disputa vai lançar um concurso inédito que vai eleger o Melhor Boteco do Brasil. Depois do público escolher os melhores de cada cidade, um corpo de jurados com pessoas de todo o Brasil visitará os campeões e elegerá o melhor do país. A votação nacional ocorrerá em junho e o grande vencedor será revelado em um evento no Rio de Janeiro, no mês de julho. Outra novidade que o concurso gastronômico preparou para 2016 foi o valor máximo dos pratos. Todos os petiscos devem custar até R$ 25,90.

Em Salvador, no ano passado, o Caranguejo do Pascoal conquistou o bicampeonato com o prato Ôxe, Mainha!. O petisco, criado em homenagem à Dona Lourdes – matriarca da família – é um fricassê de creme de aipim ao leite de coco, filé de camarão defumado e coco mole de Itapuã. A delícia ainda é servida acompanhada de cremes especiais de coco e biribiri com pimenta. Em 2014, o bar levou o título de Melhor Boteco de Salvador com o tira-gosto Bebé com Caymmi, uma homenagem ao centenário do cantor e compositor baiano Dorival Caymmi, que cantou pelo mundo as belezas naturais do bairro de Itapuã. O prato é uma frigideira de caranguejo, camarão e bacalhau, acompanhada de geleias de biribiri com pimenta e maracujá.

Na capital baiana, o Comida di Buteco conta com o patrocínio da Bavaria Premium, Teachers, Tabasco, Elma Chips, Trident, Chandon, Purificadores Europa e Philadelphia.

 

 

Números do CdB 2015

Em 2015, o Comida di Buteco teve uma alta de 35% em relação a 2014. Neste mesmo ano, mais de 4.500 empregos foram gerados e cerca de 4 milhões de pessoas foram diretamente afetadas nos botecos de todo o Brasil. Na edição passada, o concurso recebeu 430 mil votos, de acordo com a apuração da Vox Populi. O número representa um crescimento de 8% em relação a 2014.