Com ritmos nordestinos, o esperado bloco ‘A Ema Gemeu de Canto a Canto’ agita o pré-Carnaval na região da Vila Madalena

Música, No Circuito
1 de fevereiro de 2018
por Helder Azevedo
Créditos - Will Santos (3)

(Foto: Will Santos )

Um dos eventos mais esperados do ano, o Carnaval, começa mais cedo em São Paulo. No dia 3 de fevereiro, sábado, a partir das 11h45, tem muito forró, xote e xaxado para quem segue o bloco A Ema Gemeu de Canto a Canto. Com as cores vermelha e amarela, a animação é embalada por clássicos que não vão deixar ninguém ficar parado. Serão mais de três horas de folia.

A brincadeira começa no Bar do Canto, colado ao Canto da Ema, na zona Oeste de São Paulo, com a banda Dois Dobrado esquentando os foliões. Vale a pena aproveitar a oportunidade e provar deliciosas comidinhas com tendência nordestina que a casa oferece em seu cardápio: baiões de dois, escondidinhos e porções. Tudo para dar aquela energia para seguir em cortejo.

Às 14h45, o bloco, em um pequeno carro de som, é comandado pelo astral do Trio Dona Zefa com zabumba, sanfona e triângulo. No repertório estão clássicos de diferentes gerações e músicas autorais. A Ema Gemeu de Canto a Canto se arrasta pela avenida Faria Lima cruzando os gigantes blocos para alcançar as pequenas ruas. A ideia é relembrar carnavais de interior ou de cidades históricas. Indispensáveis na folia estão os bonecos gigantes, tradicionais de Olinda, com as figuras de Luiz Gonzaga e Dominguinhos.

Créditos - Will Santos (1)

(Foto: Will Santos )

O bloco foi criado em 2014 pelo Canto da Ema e Canto Madalena, dois espaços de destaque da noite paulistana, com a proposta de homenagear o forró e seus ícones pelas ruas de uma região que respira cultura na cidade. O que era para ser uma brincadeira ganhou força: mais de 1.500 foliões estiveram na festa no primeiro ano. Para fazer parte de A Ema Gemeu de Canto a Canto, quem segue o bloco deve estar “vestido a caráter”, ou seja, com a camiseta disponível para compra na lojinha do Canto da Ema (Av. Brigadeiro Faria Lima, 364, Pinheiros).

“Quem diria que a cinzenta cidade paulistana ganharia tantas cores em pleno Carnaval? Se alguém falasse disso há uma década pareceria louco. Mas hoje os paulistanos optam por ficar na cidade e curtir as ruas lotadas de um democrático e eclético Carnaval”, anima-se Paulinho Rosa, produtor cultural e proprietário do Canto da Ema. Ele espera muita alegria neste esquentando a zabumba que vai se tornando uma tradição anual.

Sobre Paulinho Rosa  

Paulinho Rosa vive rodeado pelos ritmos brasileiros e pela cultura nordestina. O produtor e proprietário do Canto da Ema e um dos sócios da Casa Natura Musical, trabalha com forró há mais 25 anos. Foi curador do palco forró da Virada Cultural,da festa do centenário de Luiz Gonzaga no Vale do Anhangabaú e também é o criador do Dia Nacional do Forró, 13 de dezembro, em homenagem a Luiz Gonzaga, que nasceu nessa data – por intermédio da Lei criada por Luiza Erundina. Paulinho também levou o forró para o rádio. Apresenta e produz programa de forró na Rádio USP – Vira e Mexe, aos sábados das 11h ao meio dia.

Links com a festa nos anos anteriores: https://www.youtube.com/watch?v=2Q44aWd8PjE&feature=youtu.be

https://www.youtube.com/watch?v=7MFQ-D4kQ-8&feature=youtu.be

Áudio do Hino do Bloco gravada pelo TRIO DONA ZEFA. (Em anexo)

Título: Pra tirar Coco

Autor: Messias Holanda

Intérprete: Trio Dona Zefa

SERVIÇO

A Ema Gemeu de Canto a Canto

Dia 3 de fevereiro, sábado, concentração a partir das 11h45.

Camisetas: R$ 40,00 estão à venda no Canto da Ema
Concentração – Bar do Canto, na Av. Brigadeiro Faria Lima n° 376

Percurso – Do Bar do Canto, na Av. Brigadeiro Faria Lima, até o Canto Madalena na Rua Medeiros de Albuquerque n° 471 – Vila Madalena.

CANTO DA EMA – Av. Brigadeiro Faria Lima, 364 – Pinheiros, São Paulo – SP, 05426-200. Telefone: (11) 3813-4708. Horários de funcionamento:Quarta e quinta-feira, das 20h30 às 2h.

Sexta-feira e sábado, das 2h30 até às 5h. Domingo, das 19h à meia-noite. Acessibilidade. Aceita todos os cartões de débito. Tem sistema de ventilação, área externa aberta com teto retrátil, chapelaria, cozinha, bar e wifi.