Coletivo Cais lança série LGBTQIA+ no YouTube com atores de Salvador

Notícias
15 de outubro de 2020
por Helder Azevedo
(Foto: Divulgação)

Devido a pandemia e a necessidade de isolamento social, o Coletivo Cais, canal do YouTube especializado em produção de séries LGBTQIA+, lançou na última semana “Tão Só, Tão Seu”, projeto gravado a distância e através do celular que tem cenas e atores de Salvador em sua história. Os atores que moram próximos ou moram juntos interagem, mas a maioria utiliza os recursos de video-chamada para expor o enredo de suas tramas e gravam suas próprias cenas. Com alguns dias na rede, os dois primeiros episódios estão próximos de alcançar 30 mil visualizações. A série anterior, feita no mesmo formato e com atores de todo o Brasil tem pouco mais de 900 mil views em seus episódios.

“Tão Só, Tão Seu” tem atores de várias partes do Brasil e um de seus cenários é a capital baiana, onde os personagens acabam se encontrando. A premissa da série é a solidão que passa alguns tipos do enredo e como eles fazem para superar este momento durante as restrições causadas pelo COVID-19. Discutindo temas como intolerância religiosa, fakes e relacionamentos a distância em episódios semanais lançados aos domingos e trilha composta por artistas e bandas independentes, a atração conquistou o público de todo Brasil, além de ter o reconhecimento em países como Portugal, Angola e Índia.

As gravações presenciais seguem todos os protocolos de saúde com os atores Paulo Lima Cruz, Gabriel Faria, kathleen Valle, Breno Miranda, Estefano Diaz e Henrique Galmacci, que também faz a produção e esta em sua quinta participação como ator. Lives e interações com os seguidores permeiam as produções que levam personalidades reais para debater sobre situações que ocorrem na série.

(Foto: Divulgação)

Além de Salvador, o projeto esta fazendo pesquisa e buscando apoio para realizar uma gravação em Praia do Forte que terá espaço no canal em breve.

O canal é produzido de forma independente e sem recursos e já visitou cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Brasília e Porto Alegre, abordando temas para levar entretenimento para seu público-alvo e ações de combate ao preconceito. O elenco das séries não recebe cachê e trabalha em prol da causa, da visibilidade e repercussão adquiridos ao longo de sua existência e de 12 séries. Criado por Daniel Sena, o roteirista das produções, o CAIS tem atualmente mais de 60 milhões de visualizações e 205 mil inscritos. Todo aparato técnico e estrutura de gravação é coletiva, contando com ajuda dos atores e dos fãs que apoiam com doações financeiras ou parcerias para figurino, locações e maquiagens.

O projeto já contou com a participações de atores que figuram na tela da TV, como Carlo Porto que protagonizou a novela do SBT “Carinha de Anjo” e interpretou um soropositivo em “Positivos”, série gravada no Rio de Janeiro. Já Vinicius Wester pode ser visto atualmente como o MB de “Malhação – Viva a Diferença” e no CAIS deu vida ao personagem principal de “O Anjo do Mar” realizada em Florianópolis. O cantor e compositor, Piettro, que atuou em 5 séries e dirigiu outras, atualmente desponta no cenário musical produzindo clipes com participações de artistas internacionais.

O Cais está em constante busca por atores que queiram participar de seus projetos dando oportunidade de mostrar seu talento e servindo a diversidade. Outras informações podem ser obtidas por meio do telefone (21) 99050-1307 (WhatsApp) ou perfil @coletivocais no Instagram.

Confira os episódios de “Tão Só, Tão Seu”:

Deixe seu comentário

Sem comentários, seja o primeiro.