Cinema nacional em destaque neste fim de semana no UCI ORIENT

Cinema, No Circuito
31 de agosto de 2017
por Genilson Coutinho

Agosto tem sido um mês marcado pela estreia de produções de destaque do cinema nacional na programação da UCI ORIENT. Depois de O Filme da Minha Vida, terceiro longa da carreira de Selton Mello como diretor, e do drama biográfico Bingo – O Rei das Manhãs, o polêmico Polícia Federal – A Lei é Para Todos está chegando às salas da rede em Salvador.

A pré-estreia do longa de Marcelo Antunez está marcada para a próxima quarta-feira, 6 de setembro, com sessões no UCI ORIENT Bahia, UCI ORIENT Barra eUCI ORIENT Paralela. O longa trará para as telonas os bastidores da Lava Jato, operação que desvendou esquemas de corrupção generalizada no Brasil.

Com 1h50 de duração e um orçamento de R$ 15 milhões, Polícia Federal – A Lei é Para Todos condensa três anos da Lava Jato. No núcleo principal, o elenco é formado por Marcelo Cerrado como o juiz federal Sérgio Moro, Antonio Calloni no papel de Ivan Romano, representando um delegado da Polícia Federal, e Ary Fontoura como o ex-presidente Lula.

A estreia oficial do filme está marcada para o dia 7 de setembro, mesma data em que se comemora a Independência do Brasil.

Produzidos no Brasil

Ainda que diferentes em estética, linguagem e gênero, as produções refletem um momento positivo na filmografia brasileira.

Enquanto Polícia Federal – A Lei é Para Todos vem com um cunho mais investigativo e político, Bingo – O Rei das Manhãs se apresenta como um retrato do entretenimento brasileiro das décadas de 1980 e 1990 ao se inspirar na carreira de Arlindo Barreto, que fez sucesso na televisão durante o período.

Um drama biográfico, a narrativa de Daniel Rezende mostra a ascensão, decadência e renascimento do palhaço Bozo (que, por questões de direitos autorais, teve seu nome alterado para o cinema). Com Vladimir Brichta no papel do protagonista Augusto Mendes, o Bingo, o filme elucida um mundo de vícios, sexo, ego e polêmicas.

O longa-metragem estreou oficialmente no circuito da UCI ORIENT na última quinta-feira, 24, e seguirá em cartaz na rede na próxima semana. Em cena, Brichta entrega uma das atuações mais marcantes da sua carreira ao dar vida às contradições e desejos do personagem.

A história acompanha Augusto desde os sets de pornochanchada até o momento em que alcança o sucesso com um programa infantil – e, no entanto, é obrigado por contrato a nunca revelar sua identidade. Enquanto se inebria com o dinheiro e as regalias que vêm com ele, o personagem se perde na frustração do não-reconhecimento e também do afastamento da família.

A delicadeza e as nuances da vida familiar também estão presentes em outra produção nacional, O Filme da Minha Vida. Dirigido por Selton Mello, o longa teve pré-estreia exclusiva no UCI ORIENT Barra, com a presença do diretor, e reforça o time de histórias brasileiras que passaram pelas salas da rede.

Protagonizado por Johnny Massaro, o filme acompanhou a rotina de um garoto que vê o pai sair de sua vida no momento em que retorna à cidade natal. Ali, ele lida com a ausência enquanto se questiona o que fez o homem voltar para a França e deixar a família para trás.

Com uma fotografia de destaque, assinada por Walter Carvalho, O Filme da Minha Vida convence a partir da sua linguagem e beleza singelas. Mais do que evidenciar a ausência paterna, a produção retrata a Serra Gaúcha da década de 1960, com seus costumes sociais e práticas inerentes ao Brasil que iniciava seu processo de modernização.

As três produções refletem o esforço da rede UCI ORIENT em trazer para os cinéfilos o que há de novidade no País, com toda a qualidade de imagem e som já tradicionais nas salas.

Os ingressos para as produções ainda em cartaz podem ser adquiridos no site da UCI ORIENT (www.ucicinemas.com.br e www.orientcinemas.com.br), nos caixas de autoatendimento e nos balcões de atendimento.