Cineasta e ativista gay alemão Rosa von Praunheim ganha mostra em SP

Sem categoria
28 de setembro de 2012
por Genilson Coutinho


O CCBB (centro de São Paulo) abriga, até o dia 7 de outubro, a mostra Imagens Engajadas – Uma Homenagem a Rosa von Praunheim, um tributo ao cineasta alemão e ativista gay Rosa von Praunheim
Rosa completa 70 anos de idade e 40 de carreira, em que produziu cerca de 70 filmes. Desde os anos 1970, ele realizou inúmeras produções para cinema e TV.
O cineasta é ativista gay, combate à Aids e é professor. Além do movimento gay, os principais temas dos seus filmes são retratos de mulheres fortes e extravagantes.
O nome do cineasta é resultado do “triângulo rosa” dos homossexuais nos campos de concentração nazistas e de Praunheim, bairro de Frankfurt onde cresceu.
VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA MOSTRA:
SEXTA (28)
CCBB
15h: Eta, Rosa!
Pfui, Rosa! Alemanha, 2002. Direção: Rosa von Praunheim. 70 min. Não recomendado para menores de 18 anos.
Autorretrato audiovisual do cineasta Rosa von Praunheim.
17h: Gays Mortos, Lésbicas Vivas
Tote Schwule, lebende Lesben. Alemanha, 2008. Direção: Rosa von Praunheim. 89 min. Não recomendado para menores de 18 anos.
O filme traz retratos de homens já falecidos, testemunhas da época do nazismo.
19h: A Viagem do Rosa para o Inferno
Rosas Höllenfahrt. Alemanha, 2009. Direção: Rosa von Praunheim. 90 min. Não recomendado para menores de 16 anos.
Neste documentário, o diretor faz uma busca pelas origens da alma, do refúgio nas religiões e dos conceitos do castigo.

SÁBADO (29)
CCBB
15h: Não É o Homossexual que É Perverso, Mas a Situação Em que Ele Vive
Nicht der Homosexuelle Ist Pervers, Sondern die Situation in der Er Lebt. Alemanha, 1970. Direção: Rosa von Praunheim. Com: Berryt Bohlen, Bernd Feuerhelm e Ernst Kuchling. 67 min. Não recomendado para menores de 18 anos.
Rapaz do interior, vai para Berlim. Depois de várias relações fúteis, ele conhece Paul.
19h: O Einsten do Sexo
Der Einstein des Sex. Alemanha/Holanda, 1999. Direção: Rosa von Praunheim. 100 min. Não recomendado para menores de 18 anos.
A história do sexólogo alemão Magnus Hirschfeld, que advogou a favor da emancipação dos homossexuais.
21h: Seis Estudantes Mortos
Sechs tote Studenten. Alemanha, 2007. Direção: Rosa von Praunheim. Com: Ellen F. Reichardt. 80 min. Não recomendado para menores de 16 anos.
Mulher ensina direção em uma escola de cinema com um mé-todo de ensino diferente.
DOMINGO (30)
CCBB
15h: Eu Sou Minha Própria Mulher
Ich Bin Meine Eigene Frau. Alemanha, 1992. Direção: Rosa von Praunheim. 95 min. Não recomendado para menores de 18 anos.
Retrato de Charlotte von Mahlsdorf, famoso travesti alemão.
17h: Sobreviver em Nova York
Überleben in New York. Alemanha, 1989. Direção: Rosa von Praunheim. 90 min. Não recomendado para menores de 16 anos.
Três mulheres alemãs migram para Nova York nos anos 1980 e tentam se estabelecer.
19h: Memórias de Nova York
New York Memories. Alemanha, 2010. Direção: Rosa von Praunheim. 89 min. Não recomendado para menores de 16 anos.
O cineasta vai até Nova York seguir rastros pessoais, redesco-brir imagens dos seus antigos filmes e dos loucos anos 1970.
21h: Anita – As Danças do Vício
Anita. Alemanha, 1986. Direção: Rosa von Praunheim. Com: Lotti Huber, Ina Blum e Mikael Honesseau. 85 min. Não recomendado para menores de 18 anos.
O filme é inspirado na vida de Anita Berber, dançarina erótica e mulher excêntrica dos anos 1920 de Berlim.

QUARTA (3)
CCBB
15h: Gays Mortos, Lésbicas Vivas
17h: Trilogia da Aids 1 – Positivo
Aids Trilogie 1 – Positiv. Alemanha, 1990. Direção: Rosa von Praunheim. 76 min. Não recomendado para menores de 18 anos.
Entrevistas com homossexuais soropositivos de Nova York sobre como lidar com a doença.
19h: Trilogia da Aids 2 – Silêncio = Morte
Aids Trilogie 2 – Schweigen = Tod. Alemanha, 1989. Direção: Rosa von Praunheim. 58 min. Não recomendado para menores de 18 anos.
Coletânea de breves retratos da cena de artes de Nova York. Também será exibido “Trilogia Aids 3 – Com a Bunda no Fogo”.

QUINTA (4)
CCBB
15h: Eta, Rosa!
17h: Anita – As Danças do Vício
19h: Não É o Homossexual que É Perverso, Mas a Situação Em que Ele Vive
CCBB – r. Álvares Penteado, 112, centro, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11/3113-3651 ou 0/xx/11/3113-3652. Ingr.: R$ 4.
Fonte: Guia folha