“Causa e Efeito”, longa-metragem espírita, estreia dia 3 de julho nos cinemas

Cinema
30 de junho de 2014
por Genilson Coutinho

Causa-e-Efeito_foto-4_divulgaçao

No momento em que vários países atravessam horríveis histórias de corrupção, violência, materialismo e sensualidade gratuita, visando mudar o cenário, o diretor André Marouço e os produtores Estação Luz Filmes, Mar Revolto Produções e Downtown Filmes se unem para contar esta inspiradora história de superação humana. Através de debates baseados na doutrina espírita, a Paris Filmes anuncia o lançamento de Causa e Efeito, dia 3 de julho, nos cinemas do Brasil.

Depoimento do Diretor – André Marouço

Em uma época em que as diferenças partidárias e religiosas no Brasil e em outros lugares do planeta parecem estar tão prementes, foi adicionado no enredo do filme três religiosos: um padre, um pastor e um espírita, idosos e amigos que, apesar de terem suas crenças espirituais tão distintas umas das outras, se unem naquilo que as religiões deveriam fazer de melhor, que é mitigar a dor humana e auxiliar as criaturas na promoção social do ser. Enfim, uma história cheia de emoção e espiritualidade, um filme que afasta da mente humana o excessivo valor que se tem dado ao Ter, aproximando os seres humanos da importância do Ser.

“A ideia sobre o filme surgiu quando estava em cartaz “O Filme dos Espíritos”, os produtores e o diretor notaram que até aquele momento a imensa maioria das pessoas que foram assistir aos filmes espíritas exibidos era formada por espíritas. Assim surgiu a proposta de criar um filme com ação, romance e com uma trama leve e envolvente, na qual o espiritismo poderia ser inserido. “Dessa forma, acreditamos que aproximamos o grande público do filme, além é claro de mantermos o público espírita”, diz o diretor André Marouço.

flyer

SINOPSE

Inspirada na Lei de Causa e Efeito, codificada por Allan Kardec, a trama conta a história de Paulo, policial que leva uma vida tranquila e estável com sua família, mas, num momento de lazer, perde a esposa e o filho em um acidente de carro causado por um motorista alcoolizado. Revoltado pelo homem não ter sido preso, ele resolve se tornar um justiceiro e acertar contas a mando de seu chefe.

Quando recebe a proposta para matar uma garota de programa, Paulo encontra em seu caminho um trio de velhinhos religiosos – um padre, um pastor e um espírita – o que causa importantes mudanças em sua vida. Ao longo da trama, os personagens tomam ciência de que o drama que os envolve é o efeito cuja causa remonta a uma encarnação passada.

ATORES

“Durante o processo de escrita do roteiro, para alguns papéis eu já visualizava o ator que eu desejava em determinados personagens, como foi o caso do personagem Deputado Gustavo. Eu queria muito que o Henri Pagnoncelli (que marcou época na Rede Globo ao interpretar o vilão Orlando, algoz da personagem Capitu na novela Laços de Família) encenasse o papel. Além dele, o ator Maurycio Madruga que havia feito uma participação especial em ‘O Filme dos Espíritos’, era meu desejo de consumo para viver o personagem Gerson, um motorista alcoolizado que atropela e mata a esposa e o filho do protagonista. Já o ator Luiz Serra, um dos ícones do teatro político, do qual desde há muito sou fã de carteirinha, foi o primeiro ator que procurei, oferecendo o papel do espírita Eurípedes. Os demais se juntaram ao filme a partir dos testes de elenco, capitaneados pela nossa produtora de casting, a Rosangela Marouço, que fez um trabalho incrível. Já em relação à participação especial da atriz Rosi Campos, que interpreta uma médium espírita em transe mediúnico,vimos além de seu talento, a credibilidade que ela emprestaria à cena. Foi incrível tê-la no set, a sua interpretação absolutamente minimalista permite ao espectador experimentar toda a emoção que um médium experimenta ao permitir que um espírito se comunique através dele”.

 FILMAGENS

“Abrimos câmera no dia 01 de maio de 2013, Dia do Trabalhador, e foi proposital, pois se tratava de um projeto que iria requerer, por parte de todos, muito trabalho e profissionalismo”, diz Marouço.

A maior parte dos profissionais do filme trabalha na TV Mundo Maior, uma emissora de TV da Fundação Espírita André Luiz. Os demais trabalhadores trabalharam com o diretor na TV Cultura, e como todos teriam que continuar em seus empregos, trabalhavam durante o dia nas empresas das quais estão ligados. “Reuníamos-nos durante as noites para filmar e as externas que precisavam ser filmadas durante o dia eram feitas aos finais de semana, filmamos em: São Paulo, Guarulhos, Guararema, São Caetano, Ribeirão Pires, Mairinque e Fortaleza”.

 ELENCO

Matheus Prestes
Naruna Costa
Maurycio Madruga
Maritta Cury
Luiz Serra
Henrique Lisboa
Haroldo Serra
Felipe Mônaco
Participações especiais de Henrique Pagnoncelli e Rosi Campos.

SERVIÇO

Causa & Efeito – longa-metragem espírita, filme de André Marouço
Estreia: 3 de julho de 2014
Duração: 100 min
Pré-estreia em Salvador: dia 30 de junho, às 21h, no UCI Iguatemi, Sala 3 | aberta ao público