Social

  • jean_wyllys

    É de batalhas que se vive a vida

    Por Jean Wyllys* No último sábado  Dia Internacional contra a Homofobia (17 de maio) me pego pensando sobre os avanços no que diz respeito à luta pela dignidade da população brasileira de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. Para mim e tantos outros ativistas de Direitos Humanos foi um período de muita luta pelos direitos veja o post completo…

  • G0YS

    Hotel dos solteiros vai promover encontro entre G0ys

    Os G0ys são o assunto do momento. Esse grupo de homens que se relacionam entre si, mas não se consideram gays, tem ganhado destaque na mídia e gerado bastante polêmica. Na ideologia deles, como não há penetração na relação, eles não são homossexuais. Pensando nessa nova demanda de homens no mercado, o único hotel só veja o post completo…

  • marrocosgaygetty

    Seis jovens foram condenadas no Marrocos a três anos de prisão por serem homossexuais

    O Marrocos surpreende o mundo mais uma vez ao apresentar leis severas para os homossexuais. O país sempre foi visto como oásis para escritores gays como Oscar Wilde e Jean Genet, ostentando a fama de ser um dos países árabes mais liberais há séculos. Na última segunda-feira (12) seis homens foram condenados por crime de veja o post completo…

  • pesqausias

    Brasileiros na lista dos homens mais dotados do mundo

    O tabloide The Sun, divulgou o resultado de uma pesquisa encomendada que mostra os brasileiros em quinto lugar numa lista de homens bem dotados ao redor do mundo. O ranking exibe 28 países. O estudo aconteceu no ano de 2012 e mostra a República do Congo em primeiro lugar seguida por Equador, Bélgica, França. O veja o post completo…

  • “Entre o feminino e o masculino, a elegância e a indecência, a valentia e a sedução de Madame Satã que fez fama como malandro bom de briga.”

    Literatura: Escritor baiano faz análise das memórias de Madame Satã

    * Elenilson Nascimento Imagine você viver num Brasil onde você é descriminado por ser pobre, preto, feio, analfabeto e gay. Se isso parece uma coisa muito comum nos dias de hoje, mesmo com todas as ONGs e leis contra a discriminação, imagine isso nos anos 30/40. Pois, o livro Memórias de Madame Satã, com as veja o post completo…