Social

  • download

    Apenas metade dos jovens com HIV no Brasil estão em tratamento

    No dia primeiro de dezembro é celebrado o dia mundial da luta pelo combate e prevenção do HIV/Aids no mundo. Neste dia, entidades de saúde, como a Organização Mundial de Saúde e Organizações Não Governamentais estimulam maior consciência acerca do vírus, bem como aumenta o fluxo de testagens. Considerado um dos países referência no combate veja o post completo…

  • download

    No Dia Mundial contra a Aids, Opas quer ampliar acesso à prevenção

    Agência Brasil  Criado em 1987, o Dia Mundial contra a Aids (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é lembrado hoje (1º) e existe para alertar a humanidade para um dos maiores problemas de saúde pública, que já matou mais de 35 milhões de pessoas, 1 milhão delas somente em 2016. Segundo relatório da Organização Pan-Americana da Saúde veja o post completo…

  • download (1)

    Vereador quer proibir casamento homoafetivo, e apoio à Parada LGBT de Feira de Santana

    Mais um vereador, que deveria cuidar dos problemas da população de Feira de Santana, resolveu que irá entrar com um pedido, na esfera municipal e de outros órgãos, solicitação a proibição da realização de casamentos homoafetivos na cidade, principalmente os casamentos coletivos,  promovidos pela prefeitura. De acordo com a publicação na coluna de Antônio Laranjeira, veja o post completo…

  • CUS_reuniões

    CUS abre vagas para pessoas interessadas em lesbianidades, questões trans e travestis e gênero e sexualidade na escola

    O grupo de pesquisa em Cultura e Sexualidade (CUS), que completa dez anos em 2017, vai se transformar em um Núcleo de Pesquisa em Cultura e Sexualidade com quatro linhas de pesquisa e, por isso, abre vagas para novas pessoas interessadas em integrar a equipe. A notícia foi divulgada em primeira mão na quinta-feira passada veja o post completo…

  • generos1

    Opinião: A caça ao gênero

    Em 2014, em um texto publicado em sua coluna no Jornal A Tarde, o arcebispo de Salvador, Dom Murilo Krieger, definia “Gênero” como um programa e uma política de atuação que se arquitetava tanto para impor um novo modelo de família, quanto destruir o que ele define como “família legítima”. Já naquela época, o arcebispo veja o post completo…