Música

Cantor Miller recebe o Raça Pura neste domingo em mais uma edição do projeto Domingueira

Redação,
25/09/2021 | 13h09
(Foto: Divulgação)

O cantor e compositor Miller, ex-vocalista da Banda Paparicco, apresenta neste domingo (26) mais uma edição do projeto Domingueira no D+ Bar e Restaurante, no Final de Linha do Garcia, a partir das 18h.

“Este é o último domingo do mês e, pra mim é uma honra fazer este som massa para embalar o final de tarde nessa casa que já é bastante conhecida e sempre tem apresentações de qualidade”, declara Miller.

No repertório, o artista apresenta clássicos da música brasileira que embalou diversas gerações com o objetivo de proporcionar um momento de lazer e apreciação da música, diante da pandemia do novo coronavírus.
 
“O objetivo é levar um pouco de alegria para o povo neste momento e fortalecer o movimento musical na Bahia”, acrescentou o artista.

A cada edição do domingueira, Miller recebe algum convidado e desta vez, o show contará com a participação do Raça Pura.

Para que a festa aconteça bem, o evento segue todos os protocolos de segurança de combate ao coronavírus estipulados pelas autoridades sanitárias.

“Neste primeiro domingo da primavera, nós temos um encontro marcado no D+ Bar e Restaurante, no final de Linha do Garcia. O Raça Pura já confirmou presença, estou contando com a presença deste público maravilhoso”, conclui Miller.

Sobre Miller

O artista iniciou seu trabalho em 2005, numa banda de pagode da escola, chamada Pagokids, onde participava de festivais e concursos escolares.
Em 2011 montou uma banda de samba, chamada Samoleques, antes de se mudar para o Engenho Velho de Brotas, bairro bastante conhecido por ser um celeiro musical.

Foi convidado para cantar na Banda Samba de H, e começou a conhecer outros artistas do samba e do pagode. Durante este período abria os shows da Banda Paparicco, até receber a proposta de cantar na mesma, em 2014 e permaneceu como vocalista da Banda Paparicco durante cinco anos. Em outubro de 2019, saiu da Banda Paparicco e lançou carreira solo em janeiro de 2020, ao longo do primeiro ano de carreira solo, participou de pré-carnavais de bairros, Lavagem de Itapuã, Carnaval de Salvador, e vinha realizando o ensaio noite da pirracenta, até começar o isolamento social em função da pandemia do coronavírus.