Canadá cria Moeda da Igualdade para celebrar os 50 anos da descriminalização da homossexualidade

Comportamento, Social
11 de junho de 2019
por Genilson Coutinho

Por Desacato

Se no Brasil uma fake news sobre uma nota com o rosto de Pabllo Vittar causou alvoroço, iniciativa semelhante é totalmente válida no Canadá. Tanto é que foi criada neste ano a Moeda da Igualdade, em comemoração aos 50 anos da descriminalização da homossexualidade no país. Ela ocorreu em 1969, quando Pierre Trudeau criou uma lei que condenava a criminalização de qualquer relação entre pessoas do mesmo gênero.

O design da moeda foi aprovada em dezembro de 2018 no governo do primeiro-ministro do Canadá Justin Trudeau, filho de Pierri, e foi confeccionada por Joe Average, artista de Vancouver que apoia a comunidade LGBT.

Em uma edição limitada a 3 milhões de unidades, a moeda mostra os rostos refletindo a fluidez e o espectro de gêneros de dois indivíduos que representam diferentes aspectos da mesma identidade. Também foi cunhada uma edição especial de colecionador, feita em prata e com design colorido, limitada a 15 mil unidades. A Moeda da Igualdade vale um dólar canadense e entrará em circulação por meio de bolsas de moedas públicas no Canadá.

No evento realizado em um centro comunitário em Toronto no dia 23 de abril, o ministro das finanças do país Bill Morneau disse, “nos últimos 50 anos, os canadenses lutaram pelo seu direito de amar, casar, começar uma família e viver abertamente com seus ‘eus’ mais autênticos”. Segundo ele, “a Moeda da Igualdade reconhece as conquistas até aqui e nos incentiva a construir um Canadá melhor e mais inclusivo porque, como a própria moeda, quanto mais igualdade tivermos, mais ricos todos nós seremos”.

O assessor do primeiro ministro, Randy Boissonault, acrescentou que “o lançamento oferece uma oportunidade para refletir sobre um momento marcante da história do país, e uma lembrança do progresso que ainda será feito enquanto trabalhamos, cada vez mais, em direção à inclusão e à igualdade para todos os canadenses”.

moeda-igualdade-canada-lanca-discriminalizacao-serie-limitada-prata.jpg.pagespeed.ce.l2MB-RNN_s

No evento, a presidenta da Royal Canadian Mint (a casa da moeda canadense), Marie Lemay, declarou que, “a instituição tem um papel importante na celebração da cultura, da história e dos valores do Canadá através da cunhagem de moedas”.

A criação da moeda foi celebrada por boa parte da comunidade LGBT, mas também houve críticas. Para alguns historiadores e ativistas, não há motivo para celebração. Eles dizem que é um mito acreditar que a igualdade LGBT é resultado das decisões do governo federal e frisam que a comunidade continua a enfrentar a desigualdade no Canadá. Além disso, um grupo conservador protestou no dia 12 de abril, no Royal Canadian Mint, em Ottawa, contra a nova moeda e criou uma petição online (até então sem nenhuma mudança) para a derrubar.