Notícias

Turismo

Câmara LGBT assume papel estratégico no Conselho Nacional de Turismo

Genilson Coutinho,
08/12/2023 | 13h12
Ricardo Gomes, presidente da entidade / Foto : Panrotas

A Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil passa a integrar o Conselho Nacional de Turismo (CNT) para o biênio 2023-2025. Esta inclusão representa um marco significativo, posicionando a Câmara LGBT entre os 48 membros titulares e suplentes de organizações com abrangência nacional e comprometidas com o desenvolvimento sustentável do turismo.

Com um total de 93 cadeiras confirmadas no CNT, incluindo representantes públicos, a Câmara LGBT desempenhará um papel fundamental na assessoria ao Ministério do Turismo (MTur), contribuindo para a avaliação da Política Nacional de Turismo e desenvolvendo planos, programas, projetos e atividades de estruturação, promoção e incentivo ao turismo.

“A participação da Câmara LGBT no CNT é uma conquista histórica para a comunidade LGBTI+, que passa a ter representação formal no órgão responsável por definir as políticas públicas para o setor turístico no Brasil. Estarmos no Conselho é um reconhecimento de que somos parte importante do setor turístico e que temos muito a contribuir para o seu desenvolvimento”, afirma Ricardo Gomes, presidente da entidade. “Se somos um dos nichos turísticos mais rentáveis, segundo o Organização Mundial do Turismo, já não era sem tempo que ocupássemos um lugar de protagonismo, contribuindo com o planejamento estratégico do turismo brasileiro”, conclui o executivo.

As responsabilidades atribuídas aos membros do Conselho abrangem a proposição de ações voltadas para o desenvolvimento do turismo interno e a atração de turistas estrangeiros para o Brasil. Ademais, o CNT tem o compromisso explícito de garantir que o desenvolvimento da atividade turística no país seja pautado pela sustentabilidade ambiental, sociocultural e econômica, com especial atenção às comunidades dos campos, florestas e águas.

As reuniões do Conselho estão agendadas para ocorrer trimestralmente em caráter ordinário, com a possibilidade de convocações extraordinárias quando necessário. Estas reuniões, que poderão ser presenciais ou por videoconferência, terão quórum de maioria absoluta, sendo que a aprovação de medidas requererá maioria simples. Em caso de empate, a decisão será tomada pelo presidente do Conselho.

Novos Direcionamentos

O novo Secretário de Planejamento, Competitividade e Sustentabilidade do Ministério do Turismo, Milton Zuanazzi, propôs a criação de câmaras temáticas para abordar questões específicas do setor turístico. A iniciativa é uma inovação digna de nota, pois permitirá que o CNT tenha um debate mais aprofundado sobre temas relevantes.

A secretaria-executiva do CNT será liderada pela Secretaria de Planejamento, Sustentabilidade e Competitividade do Ministério do Turismo, sob a gestão de Milton Zuanazzi. A medida reforça o compromisso do governo federal com o desenvolvimento do turismo no Brasil.

A participação da Câmara LGBT no Conselho Nacional de Turismo não só amplia a representatividade da comunidade LGBTI+ no setor turístico, mas também reforça o compromisso conjunto em promover um turismo inclusivo, sustentável e socialmente responsável no Brasil.