Boca de Brasa: oportunidade e visibilidade para os talentos de Salvador

No Circuito, Serviços
1 de junho de 2014
por Genilson Coutinho

Boca_de_Brasa_Ricardo_Rabello

edição 2014 de um dos projetos culturais mais consagrados de Salvador, o Boca de Brasainicia as oficinas nesta quarta-feira (04), na Escola Zulmira Torres, em Nordeste de Amaralina, com diversas oficinas nas áreas de teatro, música e dança. Já a apresentação dos resultados acontece no próximo domingo (08), a partir das 16 horas, e recebe como convidado o cantor Ninha e a banda Trem de Pouso.

Voz de grandes sucessos do axé, o cantor Ninha coroa a abertura do projeto, que também contará com apresentações de artistas locais, do bairro do Nordeste de Amaralina, além da demonstração dos resultados das oficinas realizadas ao longo da semana, entre quarta-feira e sábado.

As apresentações acontecerão no caminhão-palco equipado com estrutura completa que envolve iluminação, camarim, sonorização adequada e equipe técnica. Os resultados apresentados referem-se às oficinas de Elaboração de Projetos e Gestão de Grupos, Teatro de Rua, Audiovisual, Oficina Criativa de Música, Dança de Rua e Dj – Hip Hop.

O projeto Boca de Brasa é uma iniciativa da Prefeitura de Salvador, através da Fundação Gregório de Mattos (FGM), e durante os meses de junho e setembro, diferentes bairros da capital baiana receberão o projeto, que será realizado em escolas e espaços culturais de cada localidade.

Inscrições – As inscrições deverão ser realizadas pelo site da FGM, no link www.culturafgm.salvador.ba.br. Cada oficina terá até 30 participantes e os candidatos podem ser artistas do bairro e arredores que tenham idade mínima de 16 anos e atuação de pelo menos um ano na área cultural. A seleção será feita pela equipe de orientadores que ministrarão as oficinas e a divulgação será através das mídias: Site da Fundação Gregório de Mattos, Assessoria de imprensa e redes sociais.

Programação primeira semana- BOCA DE BRASA

Nordeste de Amaralina – Escola Zulmira Torres – Rua Beco da Cultura, s/n

04 a 06 de junho, das 18h às 22h – Oficinas

07 de junho, das 14 às 18h – Oficinas

08 de junho, a partir das 16h – Apresentação no caminhão palco

Ninha

Conhecido artisticamente como “NINHA, o Gogó de Ouro da Bahia”, marca a musicalidade nacional, com a sua irreverência e criatividade. Inicia sua carreira ainda adolescente, participando do grupo de samba junino (Samba Leva Eu), no bairro do Engenho Velho de Brotas. Atuou por 15 anos na Timbalada, se apresentando em todo o território nacional e em vários países, levando a musicalidade e a cultura da Bahia, como a voz expoente do grupo. Após sua saída em 2006, formou e atuou na Banda Tribahia, hoje é vocalista solo na Banda Trem de Pouso, na qual  vem mostrando seu trabalho no Brasil.

Em sua trajetória nacional e internacional,  Ninha recebeu e recebe convidados como:  Ivete Sangalo, Saulo Fernandes, Bel Marques, Carlinhos Brown,  Margareth Menezes, Ilê Ayê, Olodum, Dudu Nobre, Caetano Veloso, Gilberto Gil. Teve a oportunidade de cantar para autoridades políticas internacionais, representando o Brasil, a exemplo do Príncipe Charles, do Presidente Nelson Mandela, dentre outras. Participou  e participa de diversos festivais internacionais como: Festival de Jazz em Montreau no Canadá, Brazilian Day em Nova York,  Brazilian Day Califórnia e a Lavagem de Nice – Paris, França.

Proporcionou e proporciona a inserção de novos talentos no cenário musical, a exemplo de Reinaldo do Terra Samba, Tatau do Araketu e Marcio Vitor do Pisirico. Traz consigo a capacidade de identificar talentos que têm somado ao cenário musical brasileiro.