Barack Obama é eleito ‘aliado do ano’ por revista LGBT

Notícias
11 de novembro de 2015
por Redação

Obama é primeiro presidente a aparece na capa de uma revista LGBT – Reprodução

Do O Globo, com agências internacionais

Barack Obama conquistou mais um título, o prêmio de Aliado do Ano da revista “Out”, que estampou uma foto do presidente americano na capa. Na reportagem, o semanário LGBT admite que há ainda há muito por fazer para defender a comunidade LGBT no país, mas elogia Obama pelas iniciativas transformadoras na sociedade.

“Para alguém que no início parecia tímido, até desajeitado, sobre o assunto, a evolução do presidente Obama sobre a igualdade no casamento tem sido fascinante. Ele chegou ao cargo reiterando que o casamento era uma instituição reservada a um homem e uma mulher, e continuou a manter a linha durante a maior parte de seu primeiro mandato, mesmo enquanto avançava em outras legislações importantes”, diz a revista.

Entre as políticas elogiadas, estão a decisão que proíbe empreiteiros federais de discriminarem com base na orientação sexual ou identidade de gênero, a aprovação da primeira lei LGBT, incentivando o fim da proibição de transgêneros no serviço militar, e os esforços para diversificar o Judiciário. Agora, se a nomeação de Eric Fanning para secretário do Exército ocorrer realmente, o funcionário se tornará o primeiro gay assumido a chefiar um setor militar.

A revista traz ainda uma entrevista com o presidente, na qual ele descreve seu primeiro encontro com uma pessoa abertamente gay e como suas filhas Sasha e Malia representam uma nova geração que não tolera a intolerância.

— Para Malia, Sasha e seus amigos, a discriminação de qualquer forma contra qualquer pessoa não faz sentido. Não faz sentido para eles que os amigos gays ou pais de amigos que são do mesmo sexo sejam tratados de forma diferente. Isso é poderoso — disse o líder.

O presidente também falou sobre a decisão histórica da Suprema Corte dos EUA de legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo em todos os estados do país, em junho. “O amor venceu”, escreveu em Obama no mesmo dia da mudança nas leis sobre matrimônio. Para a “Out”, ele celebrou mais uma vez.

“Houve uma notável mudança de atitude – nos corações e mentes – em todo os EUA. A decisão (da Suprema Corte) refletiu isso. Refletiu nossos valores como uma nação fundada no princípio de que somos todos iguais”, disse ele à revista.

‘Out’ destaca presidente como campeão da igualdade e elogia iniciativas históricas.