Atrações no Pelourinho vão homenagear Salvador neste sábado (30)

Sem categoria
28 de março de 2013
por Genilson Coutinho

Cidade festeira, de ritmos e sons. Assim é conhecida Salvador, primeira capital do Brasil e que neste fim de semana completará 464 anos. Nada melhor do que homenagear a metrópole soteropolitana com muita música no Pelourinho. Neste sábado (30/03), o Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), órgão da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), contará com atrações de samba-reggae, arrocha, samba, hip-hop e rap, numa fusão de ritmos que irá contagiar os Largos Pedro Archanjo e Quincas Berro d’Água.
Depois de 21 anos de carreira no grupo Olodum, Lucas di Fiori se apresentará com a sua banda Soul Tambor, no Largo Pedro Archanjo, a partir das 20h. Fazendo samba-reggae mesclado à black-music, MPB, axé e pagode baiano, o artista busca influências em Tim Maia, Neguinho do Samba, Carlinhos Brown, Los Hermanos e Adão Negro.
Compondo a mistura de sons no Centro Histórico, o rapper e produtor Mauricio Souza, conhecido como Mr. Armeng será o segundo artista a subir no palco do Largo Pedro Archanjo. Influenciado desde criança pela música afro, o soul, o reggae, a dance music e o samba reggae, Mauricio explora as rimas que falam e cantam o amor, as relações que lhe são próprias e as coisas alegres da vida.
A terceira atração da noite será o rapper Da Ganja. A influência do som deste artista vem do samba-reggae, do samba-duro, soul, MPB e até das raízes caribenhas que, misturadas a fortes batidas de rap, fazem uma trilha perfeita para as letras que falam de ruas, espiritualidade, batalha, vitórias, conquistas, dores e amores que são transformados em rimas pelo rapper.
Já no Largo Quincas Berro D’Água, o clima será de arrocha e samba. A partir das 19h, a cantora Kelly Cristina apresentará músicas românticas e alegres em ritmo de arrocha. A partir das 21h30, será a vez de Neto Balla promover o autêntico samba de raiz. Com sua presença em eventos de grande representatividade da Bahia, Neto defende a ideia da música como uma das formas de maior expressão artística-cultural.
Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) – órgão da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult/BA) encarregado de fomentar e promover as manifestações culturais populares que fortalecem a identidade do Estado da Bahia. As políticas do CCPI se orientam de acordo pelo alinhamento do Governo do Estado com o pensamento contemporâneo da Unesco e do Ministério da Cultura de promoção de políticas públicas voltadas para as culturas populares e Identitárias.

Serviço

O quê: Homenagem ao aniversário de Salvador
Onde: Largos Pedro Archanjo e Quincas Berro d’Água
Quando: sábado, 30/03, a partir das 19h
Quanto: Entrada Franca