Notícias

Ator transformista de Salvador divulga clipe Fan Made; assista

Genilson Coutinho,
10/01/2020 | 13h01

O ator transformista Rafa Brito tem apenas um ano de caminhada, mas já segue movimentando a cena lGBTQI e buscando questionamento no seu projeto. O mais recente é o clipe Fan Made, do projeto RAFAX5, que já está desfilando na timeline de muitos internautas no instagram.
Rafa contou ao Dois Terços um pouco sobre o novo trabalho e sobre seus objetivos.

Dois Terços – Como nasceu essa paixão pela arte?
Rafa Brito – Desde muito jovem, como a maioria dos jovens que apreciam música, eu colocava os meus fones de ouvido e ficava me imaginando produzindo clipes, participando deles. Sempre fui um grande apaixonado pela arte e não perdia a oportunidade de me ver inserido no meio. Na minha época de escola, as chances que eu tinha eram relacionadas ao teatro e eu as aproveitava bem. Era o meu momento de libertação.
DT – Nos conte sobre o clipe Fan Made do projeto RAFAX5.
RB – Hoje, felizmente, eu possuo mais recursos, mais maturidade e mais coragem para dar asas à minha imaginação e as possibilidades de explorar o meio artístico se estendem. O início da produção do clipe Fan Made do projeto RAFAX5 * teve como objetivo trazer para a realidade roteiros e produções que antes só existiam na minha cabeça. E por que não aproveitar desse espaço para discutir questões sociais de importância relevante atualmente? *”The Cure”, o mais recente vídeo lançado, aborda esse assunto e discute sobre a necessidade de respeito, empatia e amor acima de qualquer que seja a crença religiosa da criatura. Tudo o que vocês irão ver nos vídeos desse projeto tem um dedo meu, ou vários rs.
DT – Quem contribuiu na construção do projeto ?
RB – Tenho a ajuda de muitos amigos queridos, que se esforçam e colocam muito amor nesse trabalho junto comigo, para que entreguemos um resultado lindo e digno de muita admiração.
Todos eles são incríveis e eu sou muito grato por tê-los comigo.
Mas e a música? Muita gente se pergunta porque os vídeos são feitos com músicas de outros artistas e não com músicas autorais. Tudo que eu posso dizer é que estamos no início do caminho e que vocês ainda irão se surpreender muito ao longo do processo.
Confira o resultado .