Ativistas LGBT do Rio criam ‘mapa da homofobia’

Comportamento, Social
28 de março de 2015
por Genilson Coutinho
Adesivo ‘Aqui tem LGBTfobia’ será colado em estabelecimentos onde ocorreram agressões a gays e transgêneros - Divulgação

Adesivo ‘Aqui tem LGBTfobia’ será colado em estabelecimentos onde ocorreram agressões a gays e transgêneros – Divulgação

Um novo site, idealizado por ativistas cariocas, pretende ser uma plataforma para denúncias de estabelecimentos onde ocorrem agressões a LGBT.

Criado por Thiago Bassi, Antonio Kvalo e Marcus Lemos, o Tem Local? fará um mapa usando denúncias enviadas por internautas.

Segundo o jornal O Globo, o processo de cadastro de um novo relato será simples: ao entrar no site, o internauta poderá localizar no mapa o lugar onde ocorreu o problema. Em seguida, ele escolhe qual tipo de violência presenciou ou sofreu — transfobia, lesbofobia, bifobia ou homofobia — e contará o que aconteceu. Depois disso, a denúncia já aparecerá no mapa. O mesmo poderá ser feito com bares, boates e restaurantes frequentados pelos LGBT sem problemas.

“A intenção é realizar atos nos locais denunciados pelos internautas e colar, neles, o adesivo: ‘Aqui tem LGBTfobia’, além de estimular um boicote aos estabelecimentos, disse Bassi, administrador de 29 anos, à reportagem