Até quando? Jovem é espancado no Rio Vermelho

Notícias
11 de julho de 2016
por Genilson Coutinho

 

Foto: Reprodução Facebook

O estudante Leonardo Moura foi espaçado no último sábado (9), no bairro do Rio Vermelho, em Salvador. A violência sofrida por Leonardo foi tão brutal que o fez perder um dos rins. Amigos e familiares do estudante ficaram muito abalados com a agressão.

A equipe do Dois Terços entrou em contato com a irmã da vítima, Caroline Moura, que bastante abalada, relatou que soube da agressão sofrida pelo irmão ao ser contatada por funcionários da emergência do Hospital Geral do Estado (HGE), informando que o irmão se encontrava naquela unidade. “Estamos em estado de choque com tamanha violência e isso não pode ficar impune, vou nesta segunda (11), prestar queixa e solicitar as câmaras da região pois quero justiça”, contou Caroline. Ainda de acordo com Caroline, Leonardo havia saído de uma festa com um amigo que ficou no ponto de ônibus, tendo o estudante seguido a pé, sozinho, em direção à praia da Paciência, local da agressão.

Ainda de acordo com o relato da irmã da vítima, o crime teria sido motivado por homofobia, “não tem outra justificativa, já que ele não foi roubado”, disse ela. Caroline irá registrar  queixa no Centro Municipal LGBT solicitando apuração  caso .

Saiba como e onde denunciar práticas homofóbicas em Salvador

Entramos em contato com o coordenador do Centro Municipal, Vida Bruno, que sinalizou os motivos que constatam um crime homofóbico: “Os traços são de uma prática homofóbica pelos excessos expressos nas agressões. A hemorragia interna e a perda de um dos rins demonstram um requinte de crueldade demasiada motivada pelo ódio. Mas, embora as evidências nos mostrem isso, é necessário que a polícia faça uma investigação apurada verificando as câmeras das imediações na tentativa de identificar o agressor ou agressores responsáveis por esta tentativa de homicídio”, pontuou Vida. Leonardo segue internado no HGE, recebendo os devidos cuidados.

Nossos sentimentos e orações aos familiares e ao querido Leo, internauta que nos acompanha diariamente promovendo e participando das ações do nosso site.

 

  • Rafael dos Anjos

    Estou num misto de raiva e tristeza. Leo é extremamente gentil, particularmente comigo. Estou digerindo essa informação e cada vez mais preocupado com os meus amigos, comigo, com as vidas de todos nós, expostas e fragilizadas dessa maneira. Lamentável. Revoltante!