Andressa Urach defende público gay: “Evangélicos são preconceituosos, mas a Universal não”

Notícias
16 de setembro de 2015
por Redação

andrezaaa1

Andressa Urach  falou em entrevista ao Jornal Opção  sobre seus fãs homossexuais e como lida com eles e a igreja. “Eu tenho muitos fãs gays e eu os amo. São pessoas que sofreram preconceito, assim como eu sofri. Lógico que, no início, foi difícil para eles entenderem que eu não queria mais que eles publicassem fotos minhas em que eu aparecia nua, porque aquela Andressa morreu e é difícil as pessoas entenderem isso. Eles gostam da Andressa barraqueira, aquela que causa, só que eu aprendi que ser assim só nos prejudica”, disse  Urach.

A ex-Miss Bumbum também pontuo sobre sua igreja (a Universal do Reino de Deus) tem uma opinião diferente das outras em relação aos gays. “A Universal não prega isso. Os evangélicos são preconceituosos, mas a Universal não. Recentemente, foi até notícia o depoimento do bispo Edir Macedo, em que ele diz que o senhor Jesus não faria isso e é verdade. O senhor Jesus ama os pecadores. O senhor Jesus não gosta é do pecado, mas todos nós somos pecadores. Mais do que isso, se a pessoa nasceu gay, a culpa nem é dela. Entende? E mesmo assim, ninguém é culpado de nada. Cada um é livre, nós somos livres”, afirmou.

“Morri para Viver”

Andressa lançou recentemente a biografia, intitulada “Morri para Viver”. A obra narra a trajetória da moça em busca do estrelato e do dinheiro fácil, até a transformação radical após uma experiência de “quase morte”.

A apresentadora desembarcou em Goiânia nesta terça-feira (15/9) para divulgar o livro e também para ministrar uma palestra motivacional nesta  quarta-feira (16), no templo da Igreja Universal em  Goiás.