Ambev investe mais de R$ 45 milhões em programa de consumo inteligente de bebidas

Serviços
19 de setembro de 2017
por Genilson Coutinho

No Dia de Responsa, comemorado na última sexta-feira (15/09), a cervejaria anuncia pela primeira vez valor destinado para programas que visam criar uma cultura de moderação no Brasil. (Foto: Genilson Coutinho/ Divulgação)

A cervejaria Ambev investiu mais de R$ 45 milhões em seu Programa de Consumo Responsável nos últimos três anos. O anúncio inédito foi feito nesta sexta-feira, dia 15/09, data que marca a oitava edição do Dia de Responsa, evento anual da companhia em prol do consumo inteligente de seus produtos. A mobilização também foi adotada pela Anheuser-Busch InBev (ABI), grupo do qual a Ambev faz parte, e hoje é comemorada nos mais de 50 países onde a empresa atua. Só aqui no Brasil, os mais de 32 mil funcionários da cervejaria saem às ruas para visitar bares, restaurantes e supermercados. O objetivo é alertar os profissionais desses pontos de venda e também os consumidores sobre os riscos do consumo indevido de bebidas, ou seja, por menores de 18 anos, em excesso e associado à direção.
“Nosso negócio é celebrar. Queremos fazer parte dos momentos de celebração dos nossos consumidores, sempre com moderação”, explica Bernardo Paiva, presidente da Ambev. O executivo participa do Dia de Responsa na Bahia, visitando bares de Salvador para promover mensagens de consumo inteligente. “Não temos interesse no lucro que vem do consumo indevido das nossas cervejas, ou seja, em excesso, associado à direção e por menores de 18 anos de idade”, afirma.
Ricardo Rittes, vice-presidente da cervejaria, participou da rota nos pontos de venda em São Paulo e comentou sobre o valor investido pela Ambev: “Além de não termos o menor interesse no lucro proveniente do uso indevido dos nossos produtos, nós também fazemos investimentos em iniciativas que ajudem a criar uma cultura de moderação quando falamos de bebidas no Brasil”. Segundo ele, o montante de mais de R$ 45 milhões foi destinado a projetos como o Na Responsa!, que conscientiza famílias e jovens de comunidades de baixa renda em todo o Brasil, e o Road Safety, que busca criar uma coalizão com agentes públicos, privados e da sociedade civil para melhorar a gestão da segurança viária no país.
Além da já tradicional visita aos bares, a Ambev também promoveu em São Paulo uma art battle (em português, batalha de arte) entre o grafiteiro Pardal e os ilustradores Ronah Carraro e Leandro Spett. Na disputa, cada artista pintou um quadro inspirado em uma das três principais mensagens de consumo inteligente: proibição da venda para menores de 18 anos, prevenção do uso de bebidas associado à direção e promoção do consumo moderado. Na ocasião, os funcionários da cervejaria também participaram de uma oficina para produzir lambe-lambes personalizados com mensagens que incentivem a responsabilidade na hora de consumir e vender bebidas alcoólicas.
As ações ajudam a Ambev a contribuir com as metas globais da Anheuser-Busch InBev (ABI), para o consumo inteligente. Anunciados em 2015, os compromissos públicos tem como objetivo promover mudanças nos hábitos dos consumidores e criar uma cultura de moderação em todo o mundo. Entre as metas divulgadas estão: o aumento da participação de produtos não alcoólicos ou com baixo teor de álcool no volume total de vendas da empresa para 20% até 2025; o investimento de, no mínimo, US$ 1 bilhão em campanhas e programas de conscientização dos consumidores nos próximos nove anos; a garantia de que, até 2020, todas as embalagens de cerveja trarão mensagens e orientações sobre o consumo inteligente; e a redução de até 10% do consumo nocivo de bebidas alcoólicas em nove cidades no mundo até 2020.
Programa Ambev de Consumo Responsável
O Dia de Responsa é a principal mobilização anual da cervejaria em prol do Consumo inteligente e integra as ações do Programa Ambev de Consumo Responsável. Desde o seu lançamento, em 2013, o programa já desenvolveu uma série de iniciativas para evitar que menores de 18 anos consumam bebidas alcoólicas, que as pessoas bebam e dirijam ou que consumam em excesso. A companhia está alinhada com a Organização Mundial de Saúde, que definiu essas três prioridades para nortear as ações de combate ao uso indevido de bebidas.
Um importante exemplo da eficiência do esforço conjunto pela prevenção do consumo por menores de 18 anos é o Cidade Responsável, projeto pioneiro da Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil), da qual a Ambev faz parte. Em prática há três anos em São Bernardo do Campo (SP), o programa tem como base seis pilares: educação, saúde, comunidade, compra e consumo, parcerias e comunicação. Com o apoio da prefeitura, secretarias municipais, redes de ensino, hospitais, e dos sindicatos regionais de bares, restaurantes, supermercados, hotéis e lojas de conveniências, o projeto é um verdadeiro trabalho em rede em prol do consumo inteligente em todo o município.
Outra importante ação em rede é o Na Responsa!. Por meio da cultura, do esporte e do lazer, o projeto forma uma juventude mais saudável e consciente. O programa da Ambev atua em parceria com ONGs no Brasil para conscientizar famílias e jovens menores de 18 anos em comunidades de baixa renda. Todas as ONGs desenvolvem atividades com os jovens de suas comunidades, além de mobilizar comerciantes locais. Os projetos são acompanhados de perto pela Ambev, que ajuda no desenvolvimento, dando suporte e organizando workshops para que as instituições compartilhem experiências e melhores práticas. Desde 2010, o Na Responsa! já impactou mais de 24 mil jovens, capacitou 7 mil educadores e  lideranças comunitárias e atingiu mais de 9 milhões de pessoas por ações de comunicação.
Para citar mais um exemplo, a Ambev também promove o Bar de Responsa, uma ampla plataforma de treinamento sobre consumo inteligente para profissionais que servem e vendem bebidas alcoólicas em bares, restaurantes e eventos. Só neste ano, a cervejaria já treinou cerca de 34 mil profissionais para a promoção do consumo responsável durante grandes eventos que patrocina, como Carnaval de Rua de São Paulo, Salvador, Minas Gerais e Brasília, Festas de São João e Festas do Peão de Barretos e Americana.
Além disso, a companhia liderou a criação de uma coalizão com agentes públicos, privados e da sociedade civil para melhorar a gestão da segurança viária no país. Em 2015, a iniciativa contribuiu para o lançamento do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, em parceria com o Governo do Estado de São Paulo. De forma alinhada com os objetivos da Década da Segurança Viária lançada pela ONU, o Movimento tem a meta de reduzir em 50% a projeção de mortes no trânsito até 2020, salvando 20 mil vidas. Em 2016, a iniciativa também foi levado caminha para o Distrito Federal, com o lançamento do programa Brasília Vida Segura.