Amadas à Flor da Pele: Artistas ilustram personagens femininas da literatura baiana

Arte e Exposições, No Circuito
22 de setembro de 2015
por Genilson Coutinho

nila carneiro.semtitulo

Celebrando o feminino no universo de Jorge Amado, Carol Miag, Nila Carneiro e Alana Murinelle, três artistas baianas com estilos muito distintos escolheu, por afinidade, cumplicidade e afeto, personagens do escritor para traduzir, cada uma com sua marca, personagens femininas independentes e guerreiras do escritor. O resultado poderá ser conferido pelo público na exposição “Amadas à Flor da Pele”, entre os dias 15 de outubro e 15 de novembro, na Sala de Arte da Ufba.

Para as artistas, as mulheres de Jorge Amado são tecidas para serem feitas de carne em seu sexo e de poder transformador em sua vontade de mulher. São mulheres que sabem se erguer e se transformam mesmo castigadas, abandonadas, estupradas, feridas, enciumadas, traídas, humilhadas. Elas nos ensinam, nessa ciranda frenética de celebração de morte e renascimento, que isso aqui, sinhá, é MUNDO.

“Evocamos Tieta, Manela, Gabriela, Dona Flor, Adalgisa, Lívia e Dora, com as bênçãos dos Orixás, para compor essa ciranda em aquarelas, fotografias e acrílicas, resgatando o potencial amoroso dessas mulheres na linguagem visual”, conta a ilustradora Carol Miag. “Buscamos, com as obras desta exposição, a revitalização, o empoderamento, o resgate religioso e a valorização do feminino do universo de Jorge Amado em toda sua glória”, completa a designer Nila Carneiro.

Além da exposição, no sábado, 17, Carol Miag ministrará uma oficina de Técnicas de Aquarela, no Inspiratório, espaço colaborativo localizado no Canela. O encontro trabalhará teorias cromáticas, luz e sombra, criatividade e as diversas possibilidades da aquarela.

Carol Miag – Artista plástica e ilustradora, montou o MiagStudio em 2012 onde produz artes para livros e revistas em diversas mídias. Recentemente, participou de exposições coletivas em São Paulo no Espaço Elevado e na Galeria Soul Tattoo (Eu, Tu, Elxs) com a coleção de aquarelas Menstruália. Participou com ilustrações nos livros Desnamorados (São Paulo, 2014), Olho da Rua (Salvador, no prelo) e nas revistas Mino Tauro Especial Julio Cortázar (Setembro/2014) e Truko (curadoria de Octavio Cariello, edições 02 e 03, 2014).

Nila Carneiro – Artista visual, graduada em Design Gráfico pela Escola de Belas Artes da UFBA. Trabalha como designer na Fundação Cultural do Estado da Bahia. Publicou de 2010 a novembro de 2013 ilustrações na editoria Mestres da Cultura do periódico mensal Agenda Cultural Bahia. Em 2011 teve um de seus trabalhos divulgados na Revista virtual Ideafixa, edição My song e expôs pela primeira vez no atelier coletivo VISIO em 2012. Desde então, vem participando de publicações, exposições coletivas e apoia ações vinculadas às artes na capital baiana.Tem trabalhos mais recentes publicados no Calendar of Tales, uma parceria entre Neil Gaiman e a Blackberry, na Revista Latidos Visuales – Las Mejores Ilustraciones Latinoamericanas 2013 | Prêmio da ilustração latinoamericana e participou das edições dos Circuito das Artes 2013|2014|2015 em Salvador. Aborda em suas criações aspectos inconscientes de sua própria percepção da realidade e utiliza símbolos do universo feminino. Atua como artista, muralista, designer e fotógrafa e fundou esse ano o Estúdio Nila.

Alana Murinelly – Tradutora por formação e fotógrafa por paixão, traduz o mundo em movimento por meio da fotografia. O que dança diante dos seus olhos curiosos é congelado temporariamente até que um outro olhar lhe devolva movimento. Sua dissertação de mestrado pelo Instituto de Letras da UFBA consistiu na Tradução Intersemiótica de dois trechos de “Bahia de Todos os Santos: guia das ruas e mistérios de Salvador”, de Jorge Amado, para a fotografia. Recentemente expôs este ensaio-tradução na Academia de Letras da Bahia, durante o V Colóquio de Literatura Brasileira, e no Instituto Cultural Steve Biko. Atualmente dedica-se a divulgar esse trajeto percorrido e a buscar novos trajetos e novos bailados.

 

Serviço

Exposição Amadas à Flor da Pele

Visitação: 15 de outubro a 15 de novembro

Horário:  13h às 20h30

Abertura: 15 de outubro (quinta), às 19h

Onde: Sala de Arte da Ufba – Pavilhão de Aulas do Canela (PAC). Av. Reitor Miguel Calmon, s/nº

Aberto ao público

 

Programação especial | Oficina de Aquarela com Carol Miag

Quando: 17 de outubro (sábado)

Horário:  13h às 17h

Onde: Inspiratório – Rua Marechal Floriano, 48D, Canela.

12 vagas

Inscrições antecipadas: Através do site: oficina.miag.art.br ou email: contato@miag.art.br

Investimento: R$200,00 até 09/10 – R$250,00 de 10/10 até o dia do evento, caso haja vaga