Adolescente se mata após ter sua bissexualidade exposta em rede social

Comportamento, Social
1 de outubro de 2019
por Genilson Coutinho

UOL

O adolescente de Tennessee Channing Smith, de 16 anos, cometeu suicídio após ter sua bissexualidade exposta em rede social. De acordo com o New York Times, a família e colegas do estudante de ensino médio exigem que as autoridades da escola e do estado investiguem e processem os responsáveis pela exposição.

O caso aconteceu na última segunda-feira (23), na cidade de Manchester, após mensagens de texto sexualmente explícitas, que Channing havia trocado com um colega do mesmo sexo, serem publicadas em redes sociais.

View this post on Instagram

Felt the spirit of this young man in the wind of freedom yesterday in Manchester, TN. #JusticeForChanning www.bit.ly/WPChanningSmith

A post shared by Billy Ray Cyrus (@billyraycyrus) on

 

“Ele estava absolutamente humilhado. Não havia como ele ir para a escola depois”, disse o irmão mais velho do garoto, Joshua Smith, ao jornal. Ele ainda contou que o irmão se matou com um tiro após fazer uma publicação no Instagram, na qual escreveu: “Eu realmente odeio como não posso confiar em ninguém, porque aqueles que eu confiei eram muito falsos”. Joshua ainda acusou as autoridades locais de abafar as tentativas dos estudantes de chamar atenção para o caso, além da falta de acusações criminais para o considerado caso de bullying nas mídias sociais. Ontem, o cantor country Billy Ray Cyrus, pai de Miley Cyrus, compareceu ao funeral e tocou a música “Amazing Grace”, além de andar na moto que pertenceu ao rapaz. Em seu perfil no Instagram, o artista pediu justiça para Channing.

De acordo com a TV local WTVF, Crystal Smith, mãe de Channing, dirigiu-se aos presentes e disse: “Só porque você acha fofo ou engraçado deixar alguém envergonhado ou humilhá-lo, pense novamente. Porque se alguém tivesse percebido isso, meu filho não estaria morto”.

Ainda segundo o New York Times, Charles Lawson, director da Coffee County Central High School, disse em comunicado: “Está sendo conduzida uma investigação legal que envolve alguns de nossos alunos”.

View this post on Instagram

#JusticeForChanning

A post shared by Billy Ray Cyrus (@billyraycyrus) on