A ditadura gay não existe

Sem categoria
11 de junho de 2013
por Genilson Coutinho


O Que falta de lógica falar em ditadura gay, quando os gays são ditadores? Os gays são livres. Quando a alegria – gay – poderá ser ditadura? O que diferencia o homossexual do heterossexual é apenas seu objeto sexual. Se a homossexualidade fosse tida pela ciência como doença, então porque não respeitar e proteger os homossexuais como fazem com todos os doentes? Estanho, se homossexualidade provoca tanta inquietação, e prova de que tem um forte desejo homossexual reprimido nessas pessoas para odiarem tanto e perseguirem tão ferozmente os homossexuais. Ditadores são os recalcados, os que não admitem a diversidade, os que não permitem que um seu semelhante tenha os mesmos direitos e usam a Bíblia para esse fim. Deus é amor, e não perseguição e ódio. (Valdeci Gonçalves).
Veja também:
A Lição de Daniela Mercury
Antes fez sentido reprimir a homo, agora é perversidade
Concordo com a Bíblia, naquela época tinha mais é que reprimir a homossexualidade, fazê-la pecado, do contrário corria risco de extinguir toda humanidade. Os caras que escreveram a Bíblia sabiam – resta saber se por experiência própria ou por observação empírica? – que o babado era forte. Mas hoje tem gente demais: desempregada, passaram e morrendo de fome, sem condições mínimas de sobrevivência. A maioria dos gays não quer fazer filhos, mas amparar os filhos que os heterossexuais inconsequentes, irresponsáveis, fizeram. Isso é um gesto de amor, belo, cristão. Os gays estarão tentando livrar centenas de crianças do crime, da bandidagem e da marginalidade. (Valdeci Gonçalves).
As dúvidas relativas à submissão das propostas e execução do projeto deverão ser apresentadas aos contatos listados abaixo, de acordo com o assunto do projeto.
Valdeci Gonçalves da Silva

* Psicólogo, Professor Universitário, Doutorando em Psicologia Clínica na Universidade de Évora-PT, Especialista em Metodologia do Ensino de 3o grau, Mestre em Sociologia da Sexualidade. (valdecipsi@hotmail.com).