À Beira do Abismo me Cresceram Asas

Sem categoria
4 de maio de 2013
por Genilson Coutinho


Sucesso de crítica e público, o espetáculo “À Beira do Abismo me Cresceram Asas”, de Maitê Proença é baseado em pesquisa e ideia de Fernando Duarte, dirigido por Clarice Niskier e Maitê Proença, com supervisão de Amir Haddad.

O texto tem como ponto de partida, histórias reais colhidas em diferentes asilos do Brasil. A partir daí, criaram-se novos histórias, ideias, conceitos, costurou-se suspense com magia, brotou a dramaturgia, surgiu a peça e nasceram as personagens Terezinha e Valdina.

Terezinha (Maitê), de 86, é de temperamento carrancudo, ainda que bem resolvido. Já Valdina (Clarisse Derzié Luz) tem de 80 anos e parece levar o dia a dia com otimismo, sem nostalgias, mas, não se engane ela carrega um grande segredo. Em comum, elas têm a praticidade dos que aprenderam a simplificar a vida já que não há tempo para complicá-la. E têm a grande e indispensável amizade que se desenvolveu pelos anos de convívio. É um emocionante espetáculo que fala sobre a vida.

SServiço:
Onde: Teatro SESC Casa do Comércio

Quando: 18 e 19/05/2013

Horários: Sábado e Domingo às 20h

Quanto: R$70,00 (Inteira) e R$35,00 (Meia)

Produção local: Marlúcia Sie