9ª edição do VIVADANÇA Festival Internacional reúne na Bahia artistas e grupos de Dança de 10 países

Serviços
11 de abril de 2015
por Genilson Coutinho
A última edição obteve um público estimado em mais de 150 mil pessoas.

A última edição obteve um público estimado em mais de 150 mil pessoas.

Considerado um dos mais importantes festivais do país, o VIVADANÇA Festival Internacional chega à nona edição, se consolidando, cada vez mais, como um espaço de diversidade, formação, mercado, intercâmbio, diálogo e produção artística – reunindo um conjunto de atividades que busca fortalecer a cadeia produtiva e criativa da arte do movimento.

Em 2015, a programação teve inicio na última sexta-feira (10), no Teatro Castro Alves,  e segue até o dia 29/04 (data em que se comemora o Dia Internacional da Dança), se espalhando por mais de 10 espaços, entre teatros, centros culturais, praças e ruas de Salvador e Camaçari.

Em sua grande noite de abertura, o VIVADANÇA terá a honra de receber uma das companhias oficiais mais antigas do país: o Balé da Cidade de São Paulo, hoje com 47 anos. No palco do TCA, o grupo apresenta peças assinadas por nomes internacionais da Dança: “Uneven”, do coreógrafo espanhol Cayetano Soto; O Balcão de Amor (Duo), do israelense Itzik Galili; e Cantata, do italiano Mauro Bigonzetti. “Uneven”  explora o sentimento de estar fora do eixo. “O Balcão de Amor” se inspira numa viagem do coreógrafo à Cuba.  Já “Cantata” é um balé contemporâneo embalado por músicas do sul da Itália.

Com mais de 50 anos de carreira, a premiada diretora Iracity Cardoso está, atualmente, à frente do Balé da Cidade de São Paulo, tem mais de 50 anos de carreira. A artista foi bailarina e diretora do Ballet du Grand Théâtre de Genève, na Suíça, e, entre 1996 e 2003, e dirigiu o Ballet Gulbenkian, em Portugal.

Confira a programação completa de todos os espetáculos, oficinas, mesas-redondas, mostras, entre outros eventos.

O VIVADANÇA Festival Internacional tem o patrocínio do Ministério da Cultura, de O Boticário, através da Lei Rouanet, da OI, através do Programa Fazcultura, da Secretaria de Cultura, da Secretaria da Fazenda e do Governo do Estado da Bahia, além de contar com o apoio cultural do OI Futuro. É realizado pela Baobá Produções e Governo Federal.