2ª Mostra de Cinema Negro será aberta nesta segunda-feira (23)

Cinema
23 de novembro de 2015
por Genilson Coutinho

A Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e o Instituto Mídia Étnica, em parceria com a Diretoria de Audiovisual (Dimas/SecultBA), realizam a 2ª Mostra de Cinema Negro desta segunda a sexta-feira (23 a 27). A abertura será às 14h, na sala Alexandre Robatto da Biblioteca Pública dos Barris, em Salvador, com a exibição do documentário Rhythmic Uprising (2010) – “Insurreição Rítmica”.

Esta edição tem como tema “Reconhecimento, Justiça e Desenvolvimento”, que são eixos da Década Internacional Afrodescendente, proclamada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e aderida, de forma pioneira, pelo Governo do Estado para o período entre 1º de janeiro de 2015 e 31 de dezembro de 2024.

O objetivo da atividade, que acontece na última semana da campanha Novembro Negro, é divulgar e motivar a produção de conteúdo audiovisual voltado para o combate ao racismo, ao sexismo, à intolerância religiosa e qualquer outro tipo de discriminação. Também busca incentivar a ocupação dos espaços públicos pela juventude negra.

As sessões são gratuitas, sempre das 14h às 17h, na sala Alexandre Robatto, e na terça-feira (24), das 18h às 21h, no Centro Cultural de Plataforma. Também fazem parte da mostra “Lápis de Cor”, “Retalhos – A Memória Viva de Saramandaia”, “Benção, Mãe Estela” e “A Cor do Trabalho”. A programação está disponível aqui.

Serviço

2ª Mostra de Cinema Negro

23 a 27/11, das 14h às 17h, na sala Alexandre Robatto da Biblioteca Pública dos Barris. Endereço: Rua General Labatut, 27 – Barris/ Salvador/BA.

24/11, das 18h às 21h, no Centro Cultural de Plataforma.

Endereço: Praça São Braz, s/n – Plataforma/ Salvador/BA.

Entrada franca