100 mil pessoas marcaram presença na 17ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia, segundo a organização; veja as fotos

Notícias
10 de setembro de 2018
por Genilson Coutinho

Uma multidão tomou conta das ruas do centro de Salvador (Foto: Genilson Coutinho )

A 17ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia, maior celebração da diversidade no estado, começou às 11h, no Foyer do Teatro Castro Alves, em Salvador, durante a entrega do troféu Honra ao Mérito da Diversidade Cultural LGBT, concedido pelo Grupo Gay da Bahia (GGB) a personalidades e instituições que se destacaram em prol da causa LGBT.

Após a cerimônia, militantes e autoridades participaram das falas do movimentos LGBT e da coroação do padrinho e madrinha Fernando Guerreiro, presidente da Fundação Gregório de Matos e diretor teatral, e Julieta Palmeira, secretária estadual de Políticas para as Mulheres.

Fernando Guerreiro padrinho da Parada

Confira abaixo alguns comentários sobre a Parada

Em seguida, os oitos trios seguiram o cortejo no circuito do Carnaval, no Campo Grande, arrastando uma multidão com atrações músicas e muita música eletrônica.

 A cantora Gilmelândia, que comandou o trio do aplicativo Uber, arrastou uma multidão, mas parecia que estava fazendo show em algum festival, pois era visível que ela só recordava do contrate. Durante o percurso ela não menciou que estava na Parada LGBT da Bahia, tanto que nos seus stories no Instagram, ela só cita o patrocinador.

 Este ano o Grupo Gay da Bahia escolheu como tema “Abraço à Diversidade”, que teve como objetivo convocar a sociedade para um abraçaço livre de preconceito e cheio de amor erespeito.

 Segundo a organização, a Parada contou com aproximadamente 100 mil pessoas, que puderam se dividir entre o palco principal, montado no Largo do Campo Grande (Praça Dois de Julho), e os oito trios, que só param de circular às 20h.

 Mesmo com os números do GGB, era notável que este ano houve um esvaziamento nas ruas do centro de Salvador. Mesmo com essa redução, diversos furtos eram visíveis durante as passagens dos trios. Os números oficiais ainda não foram divulgados pela Polícia Militar.

 A realização da 17ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia é do Grupo Gay da Bahia (GGB), Quimbanda e CBAA, com apoio do Estado da Bahia, Prefeitura Municipal da Cidade do Salvador, Uber e Dois Terços.

Galeria de fotos aqui.